segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Cuidado com os simpáticos



Embora existam boas exceções, tenho a convicção de que pessoas simpáticas demais costumam ser perigosas.

Isso porque as pessoas normais costumam expressar sentimentos variados, o que não ocorre com os simpáticos de plantão.

Sabe aquele tipo de pessoa que, mesmo após ser golpeada por um machado, ainda está lá com um sorriso estampado no rosto?

Pois é...

Você nunca sabe se essas pessoas, cuja simpatia excede os limites do normal, gostam de você de verdade ou se estão apenas exercitando sua pseudo felicidade.

Ao meu ver, ficar sério faz parte da vida. Ou não?

Gosto de pessoas transparentes, cujo semblante prescinde de maiores explicações. Estas sim são confiáveis e dignas do nosso respeito.

O que você prefere: uma expressão fechada e verdadeira ou um sorriso de fachada?

Particularmente, prefiro a expressão que externa a realidade. Somente assim não perco tempo com quem não merece... 

Oras, pessoas que se importam demais com a opinião alheia a ponto de tentarem representar um eterno estado de graça não podem ser levadas a sério. Não mesmo.

Obviamente, existem pessoas que estão sempre de bem com a vida (até conheço algumas). Mas estas, sem dúvida, são uma rara exceção.

Por isso, recomendo ficar sempre de olho nesses falsários do sorriso fácil.

E lembre-se: Cuidado com os simpáticos. Muito cuidado...


4 comentários:

Thais (Viaje na Leitura) disse...

Olá Kelvim,

Assino em baixo! Pessoas que sorriem diante de nós e esfaqueiam com crueldades e outros pelas costas. Temos que ser transparentes, sempre, não deprimindo seu colega ao lado nos seus dias ruins, mas manter-se sincero e feliz, porém, transparente em honestidade.

Ótimo post!

Larissa disse...

Sou uma pessoa muito desconfiada, então imagina a cena, Eu e uma pessoa muito simpática O.o
Sempre quando estamos numa situação séria a pessoa vem com um simples sorrisinho, muitas vezes isso irrita ¬¬'

Adorei o post!
Bjs...
http://assuntosobrelivros.blogspot.com/

Marco disse...

isso aí. concordo e assinaria embaixo.
acho que, além das pessoas que são sempre simpáticas, há o negativo dessa imagem: os, digamos, com "síndrome de vítima", ou coisa assim...

abraço!

Tadeu disse...

Qqr semelhança é mera coincidência??????? Ou não!?!?!?!?