segunda-feira, 2 de maio de 2011

Como perder 8 Kg em 9 semanas

Foto: eliminandopeso.com.br

Vou contar neste texto como perdi 8kg em apenas 9 semanas.

Bom... Se você está esperando que eu conte algum milagre, pode parar de ler este texto agora mesmo. Adianto que a queima de peso em excesso aconteceu mediante muito sacrifício, a saber:

Ano passado, quando meu primeiro romance estava prestes a ser publicado (Segunda Dose, da Editora Baraúna), acabei engordando por conta da ansiedade. Ganhei nada mais nada menos do que 10kg.

A foto constante na quarta capa do meu livro (foto da orelha) é a prova maior de que estava acima do peso.

Quando alcancei a incrível marca dos 80Kg, achei que estava na hora de dar um basta naquela situação. Sabia que era difícil perder 10kg, mas não impossível.

Então, comecei a batalha contra o peso. Não sou nenhum expert no assunto, mas gostaria de compartilhar como fiz para alcançar o resultado mencionado.

Vamos lá.

Esqueça essa história de se alimentar a cada três horas. Esqueça! Isso só faz com que você acabe criando formas de burlar a dieta. Quanto mais você come, maiores são as chances de cometer uma falta.

Durante todo este período que estive em regime, fiz apenas três refeições diárias, e mais um lanche noturno. Nada mais.

No café da manhã, tomava um iogurte e uma xícara de café preto com adoçante. Isto era o suficiente para me satisfazer no período matutino.

No almoço, apenas comida sem carboidrato. Algo como bife, peixe, frango, omelete ou qualquer outra coisa sem carboidrato, acompanhado de salada.

É importante ressaltar que nesta dieta fiz uma restrição severa aos carboidratos. Mas não parei de ingeri-los totalmente, porquanto a abolição total de carboidratos lhe retira a força necessária para a prática de exercícios (condição sine qua non para a perda de peso).

Durante o período vespertino, apenas uma ou duas xícaras de café preto, por volta das 16 horas.

À noite, então, minha dose diária de carboidrato. Duas fatias de pão integral com um pouco de margarina e uma fatia de queijo mussarela (sem carboidrato).

Como durmo tarde, sempre como uma fruta ou um pedaço de queijo por volta das 23h. Lembre-se que tem que ser algo leve.

Importante: Quase todos os alimentos possuem carboidrato. Até mesmo algumas frutas possuem alto índice de carboidratos, o que prejudica qualquer dieta. Então, aconselho sempre olhar os rótulos para saber a quantidade contida nas frutas e verduras, etc.

Por mais que a dieta seja sofrida, não existe rápida perda de peso sem a prática de exercícios físicos. Nestas semanas de exceção, pratiquei muito exercício. Muito mesmo.

Segundas, quartas e sextas, 45 minutos de corrida na esteira mais abdominais. Exercícios feitos na academia.

Terças, quintas, sábados e domingos, 1h de bicicleta ergométrica. Exercícios feitos em casa.

A perda de peso foi rápida, é verdade, mas envolveu bastante sacrifício. Este, aliás, é um bom termômetro para saber se você está ou não evoluindo em sua dieta. Sem sacrifício não há recompensa. Não mesmo.

Alguém poderá me dizer que assim é fácil perder peso. Afinal, qualquer um é capaz de emagrecer fazendo exercícios físicos e comendo apenas para não morrer.

Ocorre que para obter sucesso em uma dieta, precisamos estar focados no objetivo. Precisamos deixar que nosso cérebro domine o corpo, e não o contrário.

Parece difícil fazer exercício comendo tão pouco, porém não é impossível. Basta determinação.

Ainda faltam dois quilos para que eu volte ao meu peso. No entanto, já não tenho mais a mesma pressa de algumas semanas atrás.

Estou muito feliz com o resultado que obtive, sobretudo pelo tempo que levei para me livrar do excesso de bagagem.

Uma dica importante: comemore cada quilo perdido! Faça da perda de peso um incentivo para continuar nessa batalha árdua que é fazer uma dieta.

Só quem já teve que fazer uma sabe o quão é difícil perder tanto peso... 

E você, já passou por algo parecido? 

Conte-me sua experiência! Ficarei feliz em ouvi-la...

5 comentários:

Babi Ever disse...

Eu já fui tipo MUITO magra,hoje peso 56Kg,muito bacana esse seu esforço,realmente,ansiedade faz agente engordar,mas é admirável a forma como está conduzindo a situação.
Parabéns!

Obs.Você largou a cerveja?

Dani Marreiros disse...

Meu problema é o inverso do de todos. Não consigo engordar, nunca, jamais.
Desde criança sempre fui magra e tinha problemas de falta de apetite, tomava vitaminas, estimulantes, apevitin, biotônico fontoura... nada nunca funcionava!
E o pior era a encanação dos meus primos, sempre os pelidos de Olivia Palito, Filé de Borboleta, entre outros mais bem esdrúxulos q não vou citar (minha familia é bastante criativa quando se trata de criar apelidos).
O estranho é que ninguém na minha familia tem esse problema, todos são fortes, robustos e musculosos, só eu q sou 'esguia" (ou magrela mesmo)
Peso 50kg, e sempre oscilo pra menos. Meu manequim é 36. Pelo menos não tenho esse problema de encontrar roupa que me sirva^^
Hoje eu me alimento bem, como de tudo e minhas amigas tem inveja de mim.
O tempo acerta as coisas...
xD

Zé Gota disse...

Caralho velho, fazia uma tempo que não entrava no teu blog (agora site, creio)... tá o bicho, com uma visual mais profi e a mesma criatividade escrita de sempre...
Só queria discordar de um ponto do teu texto: achei muito útil, na minha dieta pelo menos, comer a cada 3 horas. Só o que todos recomendam e não faço é tomar café da manhã.
Isso mantém meu ímpeto de transformar almoço e janta em pratos de pedreiro sob controle.
Ah, e perdi 18 quilos, 10 a mais que tu, hehe (Claro que tinha uns 40 a mais, mas não me apego a detalhes) em 4 meses. O que é uqase o mesmo ritmo de emagreçimento. Pena eu ter mais uns 10 pela frente ainda...
abraço compadre, e parabéns mesmo pelo blog...

MeL disse...

Essa história de diminuir osca rboidratos ( ao menos os mais calóricos) é uma ótima opção para quem quer emagrecer mesmo. Ajuda muito e quando eu fiz me sentia melhor. O problema é abolir qualquer tipo de alimento que tenha carboidrato... não dá! impossível e a indisposição toma conta do corpo e mente hehe.

. disse...

Eu estou usando tudo ao contrario -- quero ganhar 40 quilos em 1 ano

depois transformo tudo em massa e começo a lutar boxe =D

simples assim =D
ótimo texto, como sempre