sábado, 27 de agosto de 2011

Capacetes são apenas capacetes


Finalmente, posso dizer que aprendi a andar de moto.

Digo isso porque, da última vez que a pilotei, não tive qualquer medo. Simplesmente, senti prazer de andar por aí sobre duas rodas.

Não fosse o capacete, poderia sentir o vento nos cabelos.

O capacete que comprei, aliás, estampado na foto acima, foi o que me motivou a escrever este post.

Posso dizer que sempre procurei ser uma pessoa discreta. Não sou muito chegado a comprar coisas que chamam a atenção em demasia como roupas coloridas ou outras do gênero.

No entanto, após adquirir a moto, achei que seria legal comprar um capacete novo. Dentre outras coisas, queria um com entrada de ar, para não ficar com a vista embaçada - o que sempre acontecia com o antigo.

Então, fui até a loja com a ideia fixa de comprar um capacete preto.

Ocorre que, por um desses percalços da vida, algo deu muito errado.

Não sei ao certo o motivo, mas voltei para casa com o capacete da foto. Em outras palavras, um capacete de "magrão".

Nos primeiros dias, fiquei me perguntando: "Cara, por que comprei um capacete tão chamativo?"

Hoje, já me acostumei com ele.

Embora seja um capacete bonito e tudo mais, parece que ele reflete minha personalidade de forma equivocada.

Mas desde quando capacetes refletem a personalidade de alguém? Algo para se pensar.

Por mais que eu saiba que capacetes são apenas capacetes, sempre olho atravessado para aquele curioso exemplar que comprei. 

Deveria existir alguma regra proibindo pessoas discretas de adquirir coisas extravagantes

A verdade é que, por mais que o tempo passe, jamais me sentirei à vontade com aquele capacete. Jamais.

Coisas da vida, meus amigos. Coisas da vida...


Um comentário:

Danni disse...

Moto. Um risco que eu não quero mais correr. Sério. Adorava andar de moto, apesar de só ter andando poucas vezes e só com meu primo (papai não deixava, tá!). Mas nunca gostei do capacete. ô coisa estranha em mim. rsrs
Adorei o post.
E odeio capacetes.
Nunca consigo ver quem se esconde por lá.
Um cara passa, dá uma olhada, buzina... dou nem atenção... Vai saber quem se esconde por lá!? kkkkkkk

Beijinhos^^