terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Sonhei um dia desses...

Foto: www.redemunicipiosps.org.br/wordpress

Dia desses tive um sonho inacreditável.

Sonhei que o Governo Brasileiro havia feito um PACE - Programa de Aceleração do Crescimento da Educação. Neste plano, o salário base da categoria de professores restou elevado a R$ 5.000,00 (cinco mil reais).

Consequentemente, somente os melhores professores (os mais preparados) passaram a procurar os concursos públicos, o que fez a educação melhorar consideravelmente no país ao longo dos anos.

Sonhei também que o Governo Federal conseguiu uma forma segura de converter os impostos arrecadados em prol da sociedade. Era um tanto surreal, mas não havia mais desvio de dinheiro público no Brasil.

Não bastasse isso, uma pequena parcela de senadores e deputados conseguiu convencer seus pares a criar uma emenda à Constituição Federal. Nela, estabeleceu-se que os representantes máximos do legislativo deveriam ter curso superior completo e noções de direito, entre outros cursos previamente estabelecidos por lei (ética encabeçava o primeiro da lista).

Com a informatização de todos os órgãos públicos, acabaram-se os esquemas, os favorecimentos ilegais e todo tipo de corrupção que se pratica atualmente.

Podia muito bem ser um daqueles sonhos reais, que nos deixam confusos. Porém, não foi o caso. Foi só abrir os olhos para saber que tudo não passou de um devaneio. Um sonho mesmo, no sentido mais literal possível.

Sei que muita gente concorda que a educação é um dos pilares de uma nação bem sucedida, mas é triste saber que ninguém faz nada para melhorá-la.

Por que, afinal, não nos comprometemos a melhorar esse instituto quase falido chamado educação? 

Talvez em um futuro distante algum presidente visionário consiga enxergar o óbvio e lutar pelo futuro de nossas crianças. Creio que somente assim consigamos sair deste pesadelo.

E quando chegar esse dia, espero ainda estar vivo para descrevê-lo...

PS. Meu otimismo, às vezes, beira a ingenuidade...

5 comentários:

Zé Gota disse...

Acho que todo o otimismo beira a ingenuidade... e não é esta a mais bela característica das crianças?
Continue deixando que a criança e o escritor dentro de você se manifestem...
Abraços
Paulo Coelho
hehehehe
http://lauromullernews.blogspot.com/

Mariana_Lm disse...

Talvez escrevendo bons textos,e por que não bons livros, seja uma maneira de mudar alguma coisa. Influenciar de uma maneira assim positiva os que nos cercam é um primeiro passo para uma mudança.
Se cada um fizesse a sua parte tudo seria diferente, não é?

Igan Hoffman (fazendo o impossível) disse...

Com certeza já estás dando um grande passo e contribuindo para uma educação melhor, com o livro e o blgo, já é um bom princípio certamente.

Miriam disse...

Não é ingenuidade, é esperança... E ter esperança nos faz acreditar que o analfabetismo, a violência, a corrupção, a fome não são uma fatalidade (já dizia Paulo Freire), não é natural dos seres humanos... Toda essa miséria humana é construída, portanto, pode ser descontruída. Sim, a passos de formiga, eu sei, mas esperança é o que há... Parabéns pelo blog Kelvim!!!!

Marco disse...

dia desses li sobre uma doença (nao lembro o nome, tava com sono quando li) em que a pessoa desenvolve uma insonia tao absurda que chega um momento que nao consegue mais dormir, nem com um trilhão de carneirinhos contados, e um tempo depois (que não lembro, pois estava ja quase dormindo quando li) a pessoa morre por total exaustão cerebral....

já pensou? pior que é verdade isso...

gosto de dormir, não gosto de ir dormir...

abraço!