quinta-feira, 14 de abril de 2011

Profissão: blogueiro



Queria atualizar meu blog 17 vezes por dia. Sempre com assuntos inéditos, interessantes e pertinentes.

Quem sabe viver dele... Em outras palavras, ganhar dinheiro com minhas insanidades. 

Em um mundo ideal (no sentido literal da palavra), isso seria excelente.

Você iria ao médico e a recepcionista lhe perguntaria ao preencher o cadastro: 

- Profissão?

E você, com um sorriso estampado nos lábios, responderia com a boca cheia:

- Blogueiro.

Seria legal... Não seria?

Poderia até mesmo existir um conselho regulador da profissão. Algo tipo "CRB-SC - Conselho Regional dos Blogueiros da Região de Santa Catarina (no meu caso específico). Tirando o fato de ter que pagar uma anuidade, seria o máximo.

Acredito que devam existir pessoas nessa condição.... Autores cujos blog's tenham milhares de acessos diários. Donos de páginas disputadíssimas por patrocinadores enlouquecidos. 

Até hoje - com exceção da minha esposa -, ninguém me pediu para estampar um anúncio no blog. Mas tenho certeza que ficarei muito feliz se um dia isso acontecer.

Algumas pessoas não entendem que ter um blog é uma forma de expressar sua arte pessoal. Muitos tentam, mas são poucos que sobrevivem neste mundo repleto de blogueiros.

É fácil criar um blog, mas mantê-lo ativo é uma história bem diferente. Ter um público cativo é mais difícil do que parece. 

No passado, atualizava o SegundaDose.com apenas para justificar sua existência. Um ato repetitivo, como alguém que recarrega os créditos de seu aparelho celular com medo de perder o número.

Hoje, no entanto, esforço-me mais. Faço deste passatempo quase um segundo emprego. 

Prometi a mim mesmo que um dia ainda vou ganhar dinheiro com meu blog. Não se trata do dinheiro em si, mas da valorização de um trabalho às vezes pouco reconhecido.

Se um dia tiver o privilégio de viver às custas dos meus textos, terei o prazer de compartilhar tal informação com os leitores deste blog. 

É complicado, eu sei. Mas como diria Renato Russo: 

"Como chegar até as nuvens com os pés no chão?"

Um comentário:

P. Wraider disse...

Seria uma benção!

Mas eu estou looooonge de conseguir tal conquista, apesar de ter pensado nisso agora, depois de ler esta postagem. rsrs