quarta-feira, 20 de abril de 2011

Não leve a vida tão a sério


Foto: planetalaranja.blogspot.com

Não gosto de pessoas que costumam se levar muito a sério. Aquelas que acham que sua posição social (quê?) é algo realmente importante.

É muito fácil identificar uma pessoa assim. Quando você menos espera, uma delas cruza seu caminho.

É o cidadão que faz questão de assinar seu nome antecedido pelo abreviatura "Msc.", ou aquele cara super politizado que faz questão de compartilhar conhecimento com todos à sua volta, ou o advogado que faz questão de ser chamado de Doutor... 

Enfim, esse tipo de gente.

Não é preciso um diploma de psicologia para saber que essas pessoas possuem sérios problemas no que diz respeito à sua autoestima. Do contrário, não precisariam mostrar-se tão importantes.

Até porque o cara realmente importante não precisa se achar importante. Os outros já sabem disso.

Sabe quando alguém cita uma pessoa supostamente famosa e depois tem que explicar quem ela é? Mais ou menos isso...

Gostaria de saber o que se passa na cabeça desses seres humanos. O que os faz agir de forma tão sóbria. Tão chata...

Geralmente, pessoas assim costumam confundir trabalho com a vida pessoal. Fazem de sua vida uma semana de negócios... Uma extensão eterna de seu ofício.

Temos sim que ser responsáveis e fazer o melhor que podemos dentro do nosso ambiente profissional, mas não podemos confundir nossa vida pessoal com a forma com que ganhamos dinheiro.

Sempre que vejo alguém sério a ponto de chamar minha atenção, pergunto-me em pensamento: Qual é o problema desse cara?

Pena está longe de ser um sentimento nobre, mas é exatamente o que sinto quando vejo algumas pessoas cuja única "aptidão" é levar a vida a sério demais.

Ser muito sério faz mal à saúde. Mal ao caráter.

Como disse Oscar Wilde, "A vida é muito importante para ser levada tão a sério".

Sejamos mais descontraídos, mais leves. Mais felizes...

3 comentários:

Renata disse...

ADOREI!!!!
Trabalho em um local ond lido o tempo todo com esse tio de pessoa. É realmente de dar pena.
beijos

Danni disse...

Concordo e assino em baixo!
Realmente essas pessoas assim ficam super chatas!
Ótimo texto!
E como dizia o velho Bob Marley,
"Se a gente obedece todas as regras, acaba perdendo a diversão."

Então, relaxem e curtam a vida. Pois você não vai poder voltar atrás! rs

Bjs^^

Anônimo disse...

Concordo plenamente. Eu sempre procuro não levar a vida, as situações e os problemas tão a sério. A gente acaba se preocupando demais com coisas que deveriam ser as mais desnecessárias.
=)