terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Retrospectiva no campo profissional


O que define o sucesso?

Como o conceito dessa palavra mostra-se um tanto relativo, arrisco-me a dizer que este ano foi um sucesso para a carreira que pretendo seguir daqui para frente.

Comecei o ano com a certeza de que precisava terminar meu romance o quanto antes, já que havia se passados dois anos desde seu início.

Não só comprei a ideia como trabalhei nele incansavelmente, de modo que em meados de maio consegui terminá-lo de forma definitiva. Estava encerrada, assim, a mais difícil das etapas.

Cinco meses parecem tempo suficiente para terminar um romance, porém só quem escreveu um sabe o quanto é difícil encerrá-lo. Os detalhes fazem toda a diferença.

Parafraseando alguém cujo nome não me lembro, um livro não se termina, abandona-se...

Após assinar o contrato com a Editora Baraúna, fiquei aguardando pela publicação do livro. Resumindo, os 60 dias mais longos da história da humanidade... Como costumo dizer, ansiedade é mesmo uma merd@!

Até que um dia, mais precisamente 28/10/2010, acessei o site da Editora e vi o livro à venda! Euforia pura!

Verdade que a língua portuguesa possui milhares de palavras, mas nenhuma delas é capaz de traduzir a sensação que tomou conta de mim. Foi sensacional ver meu livro sendo comercializado, disponível para todo e qualquer mortal residente no território brasileiro.

Hoje, passados quase dois meses de sua publicação, tenho o orgulho de dizer que o romance Segunda Dose está caminhando bem. Vendeu um número significativo de exemplares e, com a graça do bom Deus, está agradando aos leitores.

Se tudo der certo, o ano de 2011 promete. Ainda estou com aquela sensação de que o livro venderá muitos exemplares!

Enfim, espero voltar na restrospectiva do ano que vem e confirmar minhas (ingênuas?) expectativas!

Um comentário:

Igan Hoffman (fazendo o impossível) disse...

Parabéns Kelvin! A disciplina de se concluir algo como um livro, ainda mais uma ficção, um romance, que necessariamente precisa ter arte, depois de sabe-se lá quantos começados e inacabados, realmente é algo merecedor de prestígio. VOCÊ É O CARA!!! 2010 FOI TEU... quem sabe 2011 não será meu, vai que eu me inspire em ti para concluir pelo menos um dos meus muitos inacabaos, até ensaio de filosofia tem... Abraços...