segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Eric Clapton - A Autobiografia


Algumas biografias tendem a ser chatas, pois nem todas as pessoas possuem uma vida digna de leitura. Entretanto, este não é o caso do famoso guitarrista Eric Clapton, que lançou sua Autobiografia no Brasil pela Editora Planeta.

Sua história, além de muito bem contada, é incrível. Tamanhas são as reviravoltas no decorrer do livro, que às vezes precisava lembrar-me de que não estava lendo um romance. Aliás, seu eu fosse um produtor de filmes, com certeza tentaria comprar essa ideia.

Nunca li um livro tão extenso (399 páginas) em tão pouco tempo!

Eric conta em detalhes a forma como aprendeu a domar sua guitarra e dá uma lição de persistência para toda e qualquer pessoa que pretende se livrar de um vício.

Narra, ainda, os romances inacreditáveis que fizeram parte de sua vida (dentre eles o envolvimento com Patty, a ex-esposa do ex-beatle George Harrison), assim como a tragédia envolvendo seu filho.

Em outras palavras, um "romance" verdadeiro o bastante para deixar qualquer um boquiaberto. 

Recomendo com "R" maiúsculo!

3 comentários:

Igan Hoffman (fazendo o impossível) disse...

Eric Clapton sempre foi um merda. Fez o quê, 2 músicas de sucesso? Deixou ser consumido pela porra da cocaína. Veja um exemplo oposto, Keith Richards conviveu com o vício a vida inteira e é um puta cara em matéria de música e um mito vivo. Cara, aproveita a onda, se ainda não leu, leia a biografia do Bob Dylan "No direction home", do Ozzy "Eu sou Ozzy" e do próprio Keith "Vida". Falow irmãosinho, só deixando uma contribuiçãosinha, claro que tem gente que vai achar Eric Claptom o máximo, como acham por exemplo Bom Jovi, ou sei lá, The Police. Tem gosto para tudo mesmo...
Visite meu blog de poesias.

Kelvim Vargas Inácio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kelvim Vargas Inácio disse...

Por isso acho a música algo muito interessante. Vai sempre haver quem ame e quem odeie...
http://segunda-dose.blogspot.com