sexta-feira, 15 de julho de 2011

10 razões para dizer um palavrão

AVISO: Este texto contém palavras fortes. Se você não fala palavrões, aconselho que pare de lê-lo imediatamente.

Pode parecer loucura minha, mas tenho uma teoria de que certas coisas só podem ser expressadas através de um palavrão.

Parece-me que, se você não proferir um belo e sonoro palavrão, não conseguirá expressar o sentimento com toda a sinceridade que ele merece.

Os puros de coração que me perdoem, mas eles são indispensáveis às nossas vidas.

Pois bem. Vamos, enfim, aos 10 motivos que nos levam a falar um palavrão:

1) Quando você ganha sozinho na megassena acumulada. É simplesmente impossível não dizer algo do tipo: "Caralho, ganhei na mega! Aaaaaaaaahhhhhhhhh! Caralho!".

2) Quando o árbitro não marca pênalti em favor do seu time aos 46 minutos do segundo tempo na final do campeonato. Certo que você irá chamá-lo de "filho-da-puta" para cima...

3) Quando você lembra que esqueceu do aniversário de uma pessoa querida. Com a mão na testa você dirá com a voz baixa: "Porra, esqueci o aniversário do fulano..."

4) Quando você erra a martelada e acerta seu dedo em cheio. No mínimo, sairá um "buceta"!

5) Quando você chuta a quina do criado mudo. Pelo menos um "filha-da-puta" sairá de sua boca suja. 

6) Quando alguém bate na traseira do carro zero quilômetro que você acabou de tirar da concessionária. "Você está cego? Seu merda!"

7) Quando você vê um político prometendo mundos e fundos na televisão. Acho que um "pau-no-cú" seria perfeito neste caso.

8) Quando você termina de ler um livro sensacional. "Filho-da-puta, que livro bom!"

9) Quando você discute feio com alguém. "Vai à puta que te pariu!"

10) Quando você termina de ler um texto besta como este... "Que merda de texto... Que merda...".

3 comentários:

Alyson Antunes disse...

Porra, Kelvim! Esse texto é do CARALHO!! Show de bola.

P. Wraider disse...

Eu tento não falar palavrão... eu me contenho ao máximo, mas as vezes escapa por muita raiva. Bem raramente. rsrs

. disse...

Muito bom sadhdsahuuhsdahudshuaa

o n°8 usei quando terminei teu livro 0/